Terminamos o primeiro texto da nossa série falando sobre os marcos do desenvolvimento motor do bebê de 0 a 3 meses, onde o bebê começa a ficar “mais durinho”, explorar o ambiente e se conhecer. Em resumo, ao final dos três meses, espera-se que o bebê fixe o olho e siga objetos, mantenha a cabeça centralizada e sustente a cabeça quando colocado de bruços, apoiado sobre o antebraço. Clique aqui para ler o primeiro post da série.

Agora, vamos falar da fase entre o 3º e 6º mês de vida.

desenvolvimento

Fase de 3 a 6 meses

No quarto mês de vida, o bebê é mais coordenado e pode explorar os objetos, levando-os à boca. Por isso, tenha cuidado com objetos pequenos perto da criança. Na posição de barriga para cima, ele alcança e brinca com seus joelhos, segurando-os. Já consegue rolar e ter maior independência quando fica de barriga para baixo, podendo esticar os bracinhos. Ainda não fica sentado sem apoio.

Backup Iphone Lara 18-02-2015 027

No quinto mês, o bebê já rola de forma mais correta e ágil. Começa a levar os pés à boca quando de barriga para cima e, de barriga para baixo, já começa a tentar ficar apoiado só em um braço para usar o outro para pegar objetos. Senta-se sem apoio, mas com os joelhos estendidos e pernas afastadas, para aumentar sua base.

Backup Iphone Lara 02-12-2014 167

No sexto mês, a posição de barriga para baixo já não é a favorita; agora, o bebê é mais ativo e muda de posição, rola, segura objetos, interage com o espelho, já tem controle no tronco para sentar e, de barriga para baixo, ele se empurra para trás. Quando sentado, ele já fica com o tronco mais ereto e, apesar de continuar com a base larga, os joelhos ficam flexionados. Nesse mês também começa a fase dos pulinhos quando colocado em pé, e haja braço para aguentar tanta energia!

Backup Iphone Lara 18-02-2015 059 Backup Iphone Lara 18-02-2015 132

Em resumo, de 3 a 6 meses o bebê explora outras posições, manipula objetos, tem intenção de se movimentar e torna-se mais independente quando colocado de barriga para baixo.

ORIENTAÇÕES e DICAS para fase de 3 a 6 meses:

– Entre 3-4 meses já é interessante que seu bebê não durma mais tão contido (alguns bebês dormem enroladinhos com um charutinho ou em cueiros/casulinhos), pois nessa fase eles precisam estar livres para rolar e se movimentar no berço. Para evitar acidentes nessa fase, também é interessante que você regule a altura do colchão do berço, deixando-o mais baixo, já que o bebê está mais ativo.

– Comece a utilizar tapetes emborrachados como superfície para brincar com seu bebê. Não precisa mais usar aqueles tapetinhos com móbile, pois estimulam o bebê somente na posição de barriga para cima e geralmente são pequenos, não sendo mais necessários nessa fase. Procure tapetes maiores e que possibilitem ao seu bebê uma grande exploração do ambiente. O ideal é que não se utilize somente a cama para brincar e estimular a criança. Primeiro, porque precisamos sair um pouco do ambiente do quarto e mostrar ao bebê outros ambientes; depois, porque a superfície do colchão normalmente é mais molinha e ele vai precisar de muito mais força para se exercitar em cima dela, podendo cansar mais rapidamente.

Backup Iphone Lara 18-02-2015 249 Backup Iphone Lara 18-02-2015 251 Backup Iphone Lara 18-02-2015 254

– No último texto, falamos em estimular o bebê na posição de barriga para baixo, para ajudar a fortalecer a musculatura do pescoço e tronco. Agora você pode, além de estimular o bebê a rolar para ficar de barriga para baixo sozinho, chamar a atenção dele com brinquedos um pouco distantes para que ele comece a ter a intenção de pegá-lo e querer se arrastar. Uma dica importante é: se você está estimulando o bebê a vir alcançar o objeto e percebe que ele tem a intenção de se arrastar, mas não conseguiu ainda, você deve entregar o objeto na mão dele (depois de ter estimulado um pouco) para que ele não se frustre por não ter conseguido. Ou seja, estimule, mas perceba o ponto de “recompensar” o esforço do bebê para não criar frustrações.

– Uma dica bem importante e feita intuitivamente pelos papais na maioria das vezes é: carregue o bebê em diversas posições! Normalmente, nossa tendência é carregá-lo sempre na mesma posição, seja no colo, no carrinho ou no bebê conforto, o que não é tão interessante. Quando você carrega o bebê em posições diferentes, você vai trabalhando toda a parte de equilíbrio dele e também acaba recrutando músculos que talvez não estejam sendo muito utilizados.

– A última dica é: deixe seu bebê explorar o ambiente. Deixe-o colocar os brinquedos na boca, pois essa é uma das formas de conhecer o objeto. Deixe o bebê sem meias e luvas, porque agora ele precisa sentir todos os estímulos e todas as texturas.

Reserve sempre dois momentos do dia para estimular e brincar com seu bebê. Agora ele está mais esperto e interage mais, aproveite! Mas não se esqueça de respeitar o tempo do sono dele; nessa fase, os bebês ainda precisam dormir muito, pois durante o sono eles também estão crescendo e se desenvolvendo.

Como falado na última postagem, o bebê prematuro também passará por essas mesmas fases do desenvolvimento, mas elas podem acontecer em um tempo diferente. Comece a verificar os marcos mencionados corrigindo a idade dele para o dia em que ele deveria ter nascido e, a partir daí, comece a contar.

Por exemplo: você vai se perguntar “quando o meu bebê faria quatro meses se tivesse nascido a termo?!” Então, você verifica, nesta data, se o bebê acompanha o desenvolvimento descrito para a fase de 3 a 6 meses.

Caso ainda tenham dúvidas, procurem um profissional de confiança para dar orientações.

No próximo post falaremos sobre a fase de 6 a 9 meses. Aguardem!

jessica_fisioterapeuta