Em crianças até os cinco ou sete anos é comum ter episódios de enurese noturna, o famoso xixi na cama, e não gera preocupação. Pelo contrário, faz parte do desenvolvimento da criança. A partir dos sete anos começamos a classificar essa falta de controle do xixi como enurese.

A Enurese é a eliminação involuntária de urina, numa idade onde este controle já deveria existir. A enurese noturna, urinar durante o sono, é um problema psicológico e social bastante traumático para a criança, que pode mobilizar emocionalmente todo o núcleo familiar. A enurese é uma doença e precisa de tratamento.

Normalmente a criança que faz xixi na cama é descrita como preguiçosa, mal criada, levada, provocativa ou até mesmo debochada. Isso é muito perigoso, pois a criança percebida assim passa a ter total responsabilidade pela doença, bem como o poder absoluto da cura. Esse ponto de vista costuma desencadear violências físicas e psíquicas contra a criança.

O impacto da enurese na vida criança não se limita a ela própria; famílias afetadas pela doença sofrem consequências devastadoras. Para pais e cuidadores dessa criança, a enurese é uma das mais frustrantes disfunções da infância. Entre os fatores de estresse familiar, encontra-se a elevação de despesas, tempo, e esforços associados à limpeza e compra de novas roupas pessoais e de roupas de cama, bem como colchões, travesseiros e sofás.

Entre as consequências negativas da criança que faz xixi na cama, encontra-se a baixa estima pessoal, o isolamento, o alto estresse relacionado ao medo de ser ridicularizado pelos amigos.

A enurese esta totalmente voltada à história da criança é um reflexo das dificuldades de assimilação de algum acontecimento, de um abuso físico ou emocional, da possível chegada de um irmãozinho, de um problema na escola, de conflitos na família, da troca de um cuidador, da ausência demasiada de um dos pais, entre outras coisas.

A enurese é uma forma de comunicar que alguma coisa não esta bem com essa criança. É de grande importância que a criança seja levada a um médico Uropediatra e a um psicólogo para tratamento e acompanhamento da doença.

Existem centros de apoio gratuitos para o tratamento de enurese espalhados pelo Brasil.

Em São Paulo, o Hospital das clinicas da Faculdade de Medicina de São Paulo a oferece tratamento gratuito para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de idade com enurese, no ‘’Projeto Enurese.”

Segue algumas dicas para ensinar a criança a até sete anos de idade a não fazer o xixi na cama.

1) Faça seu filho beber bastante água durante o dia para que seu cérebro comece a reconhecer a sensação de bexiga cheia, mas evite que ingira líquidos à noite, nem mesmo aquele copinho de leite;

2) Insista para que fazer xixi seja o último compromisso da criança antes de ir para cama e o primeiro ao levantar-se;

3) Fique atento: merece cuidados especiais a criança que volta a fazer xixi na cama, depois de superada essa fase. Ela pode estar emocionalmente insegurança por causa do nascimento de um irmão, problemas na escola ou conflitos na família.