diu

A busca por métodos anticoncepcionais livre de hormônios tem aumentado muito desde que as mulheres procuraram se informar mais sobre os possíveis efeitos de métodos hormonais a curto ou longo prazos… Entre eles a trombose tem assustado bastante as usuárias de pílulas por ter casos bastante divulgados e grupos criados para compartilhar ideias a fim de encontrar alternativas…

Foi então que despontou uma legião de fãs do Dispositivo Intra Uterino (DIU) de cobre, método barato, também ofertado pelo SUS, e há muitos anos conhecido pelas mulheres (claro que também carregado de MITOS por gerações…). Lembro quando criança ouvir até mesmo que mulheres com DIU de cobre poderiam atrair raios!, que este DIU pode causar câncer ainda ouço bastante… e NADA DISSO É VERDADE!

diu2

A VERDADE é que o DIU de cobre é mesmo um método anticoncepcional muito bom! E vamos às considerações verdadeiras  que você precisa saber sobre este DIU:

  • Ele pode ser inserido pela ginecologista no próprio consultório. Maaas este procedimento é doloroso para algumas mulheres (especialmente as que nunca tiveram filhos) e inserir com anestesia é uma opção confortável e segura para a paciente.
  • Ele é feito de um polímero (espécie de plástico flexível) e possui o metal cobre em sua haste vertical em diferentes concentrações, a depender do modelo. Esta concentração de cobre determina quanto tempo de eficácia ele possui. Por exemplo: o DIU T380 que inserimos no SUS dura no máximo 10 anos, mas existem no mercado DIUs com menos cobre ( e de menor tamanho que podem inclusive ser usados em úteros muito pequenos- chamados de útero infantil-, onde este DIU maior não cabe) e por isto duram até 3 anos.
  • Este é um método muito mais seguro do que pílula, principalmente porque você não precisa lembrar de tomar, e tão reversível quanto (basta retirá-lo, no consultório mesmo, e você estará apta a engravidar novamente). Por isto mesmo a Sociedade Brasileira de Pediatria RECOMENDA fortemente que seu uso seja prioritário em ADOLESCENTES em lugar da pílula ou qualquer outro método hormonal, que tem altos índices de gravidez indesejada nessa faixa etária! Ou seja MESMO QUE VOCE NÃO TENHA TIDO FILHOS, é, sim, um método recomendado para você!
  • Claro que antes de inserir o DIU você precisa de uma avaliação ginecológica, não pode estar em vigência de corrimentos ou outras infecções genitais, mas são raríssimas as contraindicações a este método!
  • Ah! Que maravilha!…coloco e esqueço que ele existe por muitos anos… Claro que não! São necessárias revisões periódicas, pois ele precisa estar no lugar correto (bem posicionado dentro do útero) para ser eficaz! E, como qualquer corpo estranho, o corpo pode tentar expulsá-lo (e pode até conseguir!).  Geralmente quando acontece a expulsão, ela ocorre nas primeiras semanas após a inserção, período de mais atenção. Após o 1 ano, fica tudo mais tranquilo e as revisões são anuais.
  • E qual a maior desvantagem deste método? Ele pode causar um aumento do sangramento e cólicas no período menstrual. Esta alteração tende a estabilizar após alguns meses de uso, porém para aquelas que já sofrem com isto, não é uma boa opção.

Converse com a seu(a) ginecologista…existem muitos métodos anticoncepcionais diferentes  e juntos vocês irão encontrar o MELHOR PARA VOCÊ!

karina - medica