Bom dia, gente!

Hoje vamos falar sobre um mix de duas coisas que são importantes serem ensinadas aos pequenos. Uma delas, geralmente falamos bastante: a reciclagem e a necessidade de economizar os recursos naturais. A outra, não é muito trabalhada com elas: a arquitetura. “Ensinar arquitetura para crianças??” Isso mesmo! O ensino de arquitetura já na idade escolar, é realidade em alguns países como a Inglaterra. O ensino de arquitetura e urbanismo à crianças, desenvolve nelas a sensação de pertencimento, e com isso de cuidado com o local onde vive. Começando pela casa, passando pela escola e se estendendo à cidade. Além disso, o conhecimento sobre conforto e escala humana, faz com que a criança desenvolva um olhar crítico para essas questões. O que é muito importante, já que elas são o futuro, e serão os grandes responsáveis por tomar conta da cidade e do mundo nas próximas gerações.

Mas como introduzir um assunto aparentemente complicado como esse, com meu filho pequeno? As crianças já iniciam sozinhas um processo de reconhecimento de abrigo e moradia a partir das brincadeiras, como por exemplo: Montar uma cabaninha de lençol, ou fazer desenhos onde geralmente tem uma casinha, brincar de lego, etc. Sendo assim, as coisas fluem mais fácil do que se pode esperar, e quando isso é transformado em brincadeira, melhor ainda! Mãos à obra!

Quem nunca passou pela seguinte situação: Você gasta um tempão escolhendo um presente bem legal pro seu filho, o brinquedo fala, pisca, faz acrobacias, só falta fazer faxina na casa. E aí ele abre… E vai brincar com a caixa do brinquedo! As funções dos brinquedos muitas vezes são limitadas, mas a criatividade infantil é infinita, e vai passando por mundos, dando mil utilidades a coisas que pra nós, adultos, podem parecer simples demais. Essa criatividade pode e deve ser explorada. Seguem aqui algumas ideias pra falar do conceito de espaço com as crianças:

-Pros muito pequenos:

brincando-com-papelao3 eu-amo-papelao

Nessa fase, as coisas bem simples podem dar ótimos resultados, tanto na noção de espaço quanto de cidade. E os dois podem ser feitos usando apenas caixas de papelão, cola, fita, e hidrocor.

-A medida que vão crescendo:

maxresdefault mil-dicas-de-mae

Quando as crianças já tem habilidades motoras desenvolvidas, a brincadeira fica melhor ainda, já que elas podem ajudar já na confecção do brinquedo. E aí vale acrescentar cartolina, papel colorido, fitinhas…

-Pros maiores:

vila-mamifera youtube

Quanto maiores as crianças ficam, mais legais vão ficando as criações. Já pensou criar uma cidade inteira reciclada? Aí entram em ação também as caixas de leite, de fósforo, papel crepom, muita coisa colorida e o mais importante: criatividade! Ah, tem até vídeo mostrando como faz! Confira:

Agora já sabe: toda vez que chegar uma caixa nova em casa, é certo que vai ter brincadeira boa! Uma dica pros pais que não tem muito espaço disponível em casa: As brincadeiras podem ser feitas dentro de um a caixa pequena, como uma caixa de sapato também. Vamos botar a mão na massa?

hannah