O vírus H1N1, o que mais vem assustando a população no último mês, já vem circulando entre nós há algum tempo e periodicamente produzindo epidemias em algumas regiões com aumento de internações e de mortalidade .

No momento São Paulo é o estado mais atingido com pelo menos 17 mortes, só na capital e 77 em todo o estada. Em Recife especificamente este vírus vem circulando, até o momento com número de casos não alarmante.

A prevenção e o reconhecimento precoce dos sintomas da doença para imediato tratamento são as principais formas de enfrentamento à doença. Lavar as mãos, evitar aglomerações e ou ambientes com pessoas infectadas , constituem atitudes que diminuem a circulação de vírus infectante.

Em relação às vacinas disponíveis temos a trivalente e a tetravalente, semelhantes em sua composição, ambas contendo o vírus da H1N1. A principal diferença é que a quadrivalente contém em sua composição o vírus B/Phuket/2013 , não presente na trivalente, e que pode ser uma proteção significativa caso este vírus  esteja circulando este ano. Infelizmente esta informação só no próximo ano estará disponível.

Ambas podem ser usadas nas gestantes e os grupos de maior risco para a doença são crianças menores de 5 anos, idosos, pacientes com comorbidades como alergia importante, cardiopatia, etc e gestantes.

A vacina quadrivalente para pessoas acima de 3 anos já está disponível na rede privada e provavelmente a partir de 15/4 a vacina para ser utilizada a partir de 6 meses a 2 anos e 11 meses, produzida pela Sanofi Pasteur, também. A campanha pública em Pernambuco está inicialmente prevista para 30/4.

Lembro ainda que a vacina contra a gripe é anual, pois muda a composição da vacina anualmente em função de região e dos vírus circulantes no ano anterior.

PROTEJAM-SE!!!!

Henrique - pediatra