“Quando meu bebê vai andar? ” “Meu filho já tem 1 ano e não anda, isso é normal? ” “Como devo estimular meu bebê a andar? ”

bebeandar

Essas são algumas dúvidas frequentes de vários papais e mamães, principalmente de primeira viagem, que serão esclarecidas nesse post!

Começar a andar é um dos marcos mais esperados pelos pais. Muitos ficam super orgulhosos com seus bebês que começaram a andar com 11 meses, enquanto outros possuem bebês que já completaram um ano e “ainda não começaram a andar”. Com isso começam as comparações e as dúvidas: “será que meu filho não vai andar? ”

Cada bebê tem seu ritmo! Em média, os bebês começam a ficar em pé por volta dos oito meses, se apoiando na grade do berço, no sofá…. Dão os primeiros passos entre 9 e 12 meses e andam bem por volta de 1 ano e 3 meses, podendo se estender até 1 ano e 5 meses ou 1 ano e 6 meses.

Não precisa se preocupar! Se seu filho vem passando por todas as etapas do desenvolvimento motor (rolar, sentar, engatinhar…), que ocorrem durante o primeiro ano de vida, de forma normal e esperada (como falamos nos posts anteriores), muito em breve ele irá soltar do sofá ou da cadeira, que serviam de apoio para ficar em pé, e dará seus primeiros passos sozinhos. É só uma questão de tempo e coragem para se soltar.

Durante todo o primeiro ano da criança ela vem adquirindo coordenação motora e força muscular para atingir cada etapa do seu desenvolvimento. Com o andar não é diferente… Tudo que ela passou durante esse primeiro ano serviu de preparo para alcançar os tão sonhados primeiros passos.

pezinhos

Como acontece toda a preparação para o andar?

Nos dois primeiros meses a criança tem um reflexo chamado “reflexo de marcha” que é visto quando a seguramos pelas axilas e ela empurra o chão como se estivesse andando. Esse reflexo desparece aos 2 meses!

Aos cinco meses o bebê começa a pular no seu colo quando colocado em pé. Essa atividade irá favorecer o fortalecimento muscular necessário para diversas atividades, como sentar, engatinhas e andar.

Em média aos oito meses, seu bebê começará a tentar se levantar apoiado nos móveis e com poucas semanas poderá se arriscar a dar pequenos passos enquanto segura numa superfície.

Por enquanto ele consegue levantar e talvez dar uns passos, mas ainda não consegue utilizar a musculatura de forma correta para sentar novamente.

Entre 9 e 10 meses eles começam a entender que dobrando os joelhos eles conseguem sentar quando estão de pé. Para eles é algo difícil!

Entre 10 e 11 meses o bebê também pode ser capaz de subir e descer escadas com ajuda de outra pessoa, então haja coluna para segurar esses pequenos!

Com 11 meses alguns bebês já conseguem dar alguns passos sozinhos, porém afastam bastante as pernas para tentar se equilibrar melhor e algumas vezes podem andar na ponta dos pés. Apesar disso, nessa fase ainda preferem engatinhar.

Entre 11 e 12 meses a criança começa a ficar de cócoras para brincar. Essa postura é ótima para o equilíbrio entre as forças do seu corpo e não deve ser evitada. Eles procuram brincar nessa posição porque dá liberdade de levantar e acocorar no momento que quiser e sem muito gasto de energia.

Por volta de 1 ano e 1 mês grande parte das crianças já estão andando sem ajuda, apesar de não ter muito equilíbrio, porém, como falamos, isso pode acontecer até 1 ano e meio.

Com 1 ano e 3 meses é comum o bebê andar empurrando e arrastando brinquedos.

bebequaseempe

Com um ano e meio, é comum o bebê já estar andando sem ajuda e de forma mais equilibrada.

Aos dois anos, seu filho já terá passos mais uniformes como o de um adulto. Apoiando primeiro o calcanhar no chão e depois a ponta dos pés.

Ou seja, o andar pode ser afetado se as etapas anteriores não forem realizadas com sucesso.  Se seu filho vem adquirindo todos os marcos motores já falados nos posts anteriores, fiquem tranquilos que em breve uns passinhos virão!

Normalmente o pediatra ou fisioterapeuta que acompanha seu bebê irá perceber se houver algum atraso nas aquisições motoras do primeiro ano de vida e logo irá orientá-los como proceder.

Na próxima postagem falaremos sobre os malefícios do andador e como você pode estimular e encorajar seu filho à andar. Aguardem!

jessica_fisioterapeuta